quinta-feira, 10 de janeiro de 2019

5 passos para conseguir estudar no exterior em 2019



5 passos para conseguir estudar no exterior em 2019


Se você quer estudar no exterior em 2019 para aperfeiçoar o inglês....trouxemos 5 dicas que lhe ajudarão bastante.

1. Encontre o curso de inglês perfeito
Este primeiro passo é muito importante para que você consiga realizar o seu sonho de estudar no exterior.  E mesmo parecendo simples muita gente acaba escolhendo o curso errado.  Porque o número é muito grande de opções e é super normal ficar perdido e indeciso. Mas tente definir qual é o seu objetivo ao estudar no exterior. Aprender inglês ou outro idioma? Conseguir um diploma estrangeiro? Ter uma experiência multicultural? 
Após esta resolução, você conseguirá encontrar o curso de inglês ideal. E depois disto, escolher o seu destino de estudo e o tipo de curso que você quer, levando em consideração outros fatores influenciadores, como orçamento e duração do intercâmbio.


2. É humanamente impossível viajar sem nada e aprender tudo em 1 mês, 1 semestre ou 1 ano. 
É incrível o número de pessoas que ainda acreditam que é só viajar e ficar um tempo fora que você voltará falando inglês. Mais triste ainda achar que por causa desta falsa ilusão, estudar no Brasil é besteira.  Saiba que é enorme o número de pessoas que fazem isto e voltam sem falar inglês (ou falando bem mal) e ainda "torram um monte de dinheiro". Opte em estudar em uma escola de ponta (escolha escolas com método comunicativo. Sem decoreba ou tradução) e espere estudar com um inglês mais para o intermediário.

 3. Jamais esqueça dos documentos necessários
Sem os documentos necessários, seu processo seletivo para o exterior terá enorme chance de ser barrado.  Pois além de serem obrigatórios, eles também comprovam desde o seu desempenho escolar até as suas atividades extracurriculares. Evite a correria e o risco de esquecer alto deixando tudo para última hora.  Foque nos prazos.
A lista da documentação necessária (varia muito de acordo com a escola e o nível de estudo):
  • Histórico escolar;
  • Declaração pessoal;
  • Cartas de referência;
  • Declaração de suporte financeiro;
  • Atividades extracurriculares;
  • Proficiência no inglês;
  • Passaporte e algum documento de identidade.

4. Economize sempre!
Nunca se planeje com o dinheiro contato. Pois você pode ser pego ou pega de surpresa.  Guarde sempre o necessário, corte gastos bobos e evite consumir o que não possui. 
Lembre-se: estudar no exterior gera muitas despesas inevitáveis e às vezes inesperadas. Economize sempre! Mesmo se tiver tentando uma bolsa de estudo.

5. Faça o teste oficial de proficiência na língua inglesa
Dentro dos documentos necessários, você necessariamente precisará comprovar  o seu nível de proficiência na língua inglesa ou em outro idioma estrangeiro para a maioria dos cursos. O diploma da sua escola de idioma não vale. E por isto que é sempre indicado estudar em escolas que são centro aplicadores de exames de proficiência. Principalmente os de Cambridge English (apontado por muitos como os mais completos). Saiba que cada escola estipula uma nota mínima que deve ser atingida para a admissão. Algumas escolas também aceitam uma série de testes oficiais, como TOEFL e o IELTS. Mas lembre-se que diferente dos exames de Cambridge (são diplomas) os testes como o TOEFL e IELTS possuem validade e não analisam 100% todas as vertentes do inglês do candidato. Analise sempre o tipo de curso e desafios que irá enfrentar. 

0 comentários:

Postar um comentário

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More