quinta-feira, 26 de julho de 2018

Inglês moderno não é o mesmo que inglês rápido



Inglês moderno não é o mesmo que inglês rápido


Com o advento da modernidade e com novas soluções e tecnologias cada vez mais inovadoras, muitas pessoas ainda insistem em acreditar que uma escola de idioma moderna ou com  método moderno necessariamente precisa entregar cursos rápidos ou de curta duração. Cuidado! você pode estar se enganando ou sendo enganado.

Muitas marcas de escolas de idiomas ou métodos vendem a modernidade somado ao aprendizado em curto prazo, e nem sempre isto é correto. Claro, do ponto de vista comercial é tudo maravilhoso, mas na prática... você pode cair sim em armadilhas. 

Simples, se o curso vende modernidade utilizando-se de matérias online, por exemplo, metade do aprendizado seria via internet, correto?... bem, mas isto não é modernidade. 

Diríamos que, no mínimo, o aluno está pagando por aulas que deveriam ser "ao vivo" e a escola estaria economizando com o pagto de professores, por exemplo. Mas será que realmente o aprendizado é o mesmo? Será que todas suas dúvidas serão sanadas online? Será que a experiência de se "trocar" aprendizados ao vivo é igual ao online?



E para piorar, prometem esta "modernidade" com um curso mais rápido? Infelizmente, matérias importantes ao aprendizado serão resumidas e o rápido poder ser igual à menos aulas e a promessa de um nível que sinceramente pode não ser compatível com o seu inglês real.

Mas como fugir disto?
Primeiro não acredite nestas ladainhas. Acredite que aprender inglês exige tempo sim, infelizmente. Não existe fórmulas mágicas. Confie em cursos que ofereçam a modernidade no conteúdo entregue, nos assuntos atualizados com o que vem ocorrendo. Se utiliza filmes, linguagem, música, lousa interativa, atividades extras realmente antenadas com a atualidade. Isto sim é modernidade. E se houver conteúdo online... que ele seja uma extensão do curso... para fixar e não ensinar. Afinal.... se você procura cursos online... a internet esta cheia. Não acha? E muitas delas sem custo.

E justamente por isto, inglês moderno não pode andar junto com inglês rápido. Aliás, desconfie de quem venda "inglês rápido", nem todos claro, mas pesquise mais. Lembre-se... o Brasil ainda é considerado como um dos piores níveis de inglês no mundo. Talvez o que conversamos acima... pode responder um pouco o motivo.

Bons estudos.

0 comentários:

Postar um comentário

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More