terça-feira, 6 de agosto de 2013

Saiba onde buscar qualificação em idiomas para o mercado de trabalho

Saiba onde buscar qualificação em idiomas para o mercado de trabalho



Já faz algum tempo que dominar a Língua Inglesa era garantia de conseguir um bom emprego e, automaticamente, receber um bom salário.


Hoje, o cenário mudou e não é raro encontrar pessoas que cursem Espanhol, Francês, Italiano, Alemão e até Mandarim (falado na China). De acordo com Adriana Teixeira, diretora de Gestão Corporativa da Associação Brasileira dos Profissionais de Recursos Humanos do Rio de Janeiro (ABRH-Rio), o mercado busca cada vez mais profissionais fluentes em outros idiomas.

— Quem quer ser competitivo precisa oferecer algo mais ao contratante. Inglês é básico, independentemente do nível desejado — alerta.

Ainda segundo ela, com a realização dos grandes eventos esportivos e da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) — que vai acontecer este mês — muitos setores têm solicitado candidatos poliglotas:
— Os hotéis, por exemplo, estão se expandindo e exigindo candidatos que possam interagir com turistas de diversos lugares do mundo.

Andréa Ramal, doutora em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), explica que, quanto mais idiomas um profissional dominar, mais será valorizado em mercados que são afetados diretamente pela globalização ou em empresas que estejam inseridas em cenários de intercâmbio internacional.

Para ocupar um lugar de destaque no mercado de trabalho, porém, é preciso buscar qualificação. Segundo o diretor de Marketing do curso Yes! Idiomas, Flávio Gonzaga, o momento é mais do que propício ao aprendizado do Espanhol, por exemplo, já que o país será visitado por atletas e profissionais de outras áreas, vindos de diversos países de língua hispânica.

O estudante de Engenharia de Telecomunicações André Rodrigues de Souza, de 23 anos, é um bom exemplo de dedicação. Ele concluiu o curso de Inglês, aprende Espanhol há um ano e meio e já pensa em estudar Alemão.

"Sempre gostei de estudar idiomas e adoro conhecer outras culturas. Quero ser poliglota e vejo a diferença que isso faz no currículo. Faço tudo pelo enriquecimento profissional" — diz o aluno do curso Celenit.

Diferencial maior ainda tem quem opta pelo Mandarim. Para Andréa Ramal, a língua de um país que hoje tem alto potencial econômico é mais valorizada.

Fernando Barreiros, diretor do Centro Britânico Tucuruvi, explica que, não adianta só estudar algum idioma e já pensar que terá espaço no mercado de trabalho. "Infelizmente, o inglês básico ou intermediário encontrado nos currículos não engana mais as empresas".

Fernando ainda ressalta que em sua unidade (Tucuruvi) além do que tudo o que marca oferece, incentivará e prestigiará as empresas e alunos para o mercado de trabalho e o ingresso em universidades e oportunidades.

Possuir um certificado internacional, principalmente os da Universidade de Cambridge, além de atestar realmente o seu inglês, por exemplo, garante chances reais nas empresas (inclusive no exterior).

Empresas como Petrobras, IBM, Deloitte, HP e Universidades renomadas (USP, FGV, ESPM, etc) estão preferindo estudantes e profissionais com CPE, CAE, FCE (certificados da Univ. de Cambridge). Pois são certificados que atestam realmente a fluência na língua, não possui validade e possui o aval de uma das universidades mais renomadas do mundo.

CELENIT: O curso, que tem aulas de Francês, Espanhol, Italiano e Alemão, oferece descontos de 15%, 30%, 40% ou 50%. A porcentagem depende de fatores como ser funcionário público, desejar estudar no horário do almoço e ser estudante da rede municipal. O valor da mensalidade, sem abatimento, é de R$ 134. As aulas começarão no dia 29 de julho. A escola fica na Avenida Amaral Peixoto 467, sobreloja, no Centro de Niterói . O telefone é 2717-2605. Site: celenitidiomas.com.br/contato/.

Centro de Produção da UERJ (CEPUERJ): O curso de Alemão do Centro de Produção da Universidade do Estado do Rio de Janeiro tem duração de quatro semestres, com carga horária de 180 horas/aula. O custo é de R$ 612 (à vista, com 10% de desconto), mas pode ser parcelado em quatro vezes de R$ 170. O aluno paga essa quantia a cada semestre. O cadastramento é feito pelo site www.cepuerj.uerj.br.

Programa Línguas para a comunidade (UERJ): O Licom é um Programa do Instituto de Letras da Uerj e oferece cursos e oficinas dos seguintes idiomas: Alemão, Espanhol, Francês, Inglês, Italiano, Japonês e Latim, entre outras. As inscrições serão abertas em dezembro. O curso, de nível básico e com duração de dois anos, custa R$ 220 por semestre. O candidato paga uma taxa de R$ 20 para participar do sorteio. Mais informações podem ser obtidas pelo site www. institutodeletras.uerj.br/licom.php.

Faetec: As inscrições, gratuitas, estão abertas e terminarão no dia 12. As inscrições são feitas pelo site www.faetec.rj.gov.br, no link “Inscrições para os cursos FIC de Qualificação Profissional”. Estão sendo oferecidas 20 mil vagas em todo o estado.

Yes!: A escola de línguas ensina Espanhol em diversas unidades no estado. Mais informações pelo site www.cursoyes.com.br.

Centro Cultural China-Brasil: O curso de Mandarim dura 18 meses e custa 18 parcelas de R$ 390. Endereço: www.chinabrasil.com. Telefones: (21) 2233-3633 e 2233-3630. Endereço: Rua da Quitanda 199, no Centro.

Oi China: Ensina Mandarim por R$ 300 por mês. Rua Senador Dantas 71, 12º andar, no Centro.
 
Centro Britânico: Escola com mais de 40 anos de mercado. Onde ensina Inglês, Espanhol, Francês, Italiano e Alemão. O Centro Britânico prepara e aplica os exames de Cambridge. Seu método de ensino é aprovado pela Universidade de Cambridge.
Informações pelo site: www.centrobritanico.com.br
 

0 comentários:

Postar um comentário

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More